Presidente

Reforma e legado

Durante o decorrer deste ano de 2017, ouvimos e estudamos sobre Lutero, o movimento da Reforma na igreja cristã e o seu legado para nós, cristãos da atualidade. Foi um período festivo! Em muitos locais foram realizados programas especiais para a celebração desse acontecimento ímpar: “500 anos da Reforma Luterana” no dia 31 de outubro.

Todos esses eventos nos levaram a refletir sobre o passado e também sobre o futuro. O tempo passou rápido e muitos planos feitos sequer foram colocados em prática e, no entanto, já estamos no quarto trimestre. Talvez algumas de nós, constatando o tempo decorrido, se questionem: Ocorreu, de fato, algum tipo de reforma em minha vida nesse ano?

Lembrando que o termo reformar, segundo o dicionário da língua portuguesa, significa: imprimir nova forma, mudar, transformar, revisar, recompor ou reestruturar. Nós servas conseguimos obter os resultados almejados para esse ano? Conseguimos fazer a diferença, no que diz respeito à família, envolvimento na igreja, nos departamentos, comissões, diretorias, projetos da e na comunidade em geral? Conseguimos deixar bons exemplos como legado positivo para a posteridade?

Reforma é restauração, é reestruturação e é olhando para o futuro que encontramos a possibilidade de transformação visto que o passado não voltará jamais. No entanto, a cada dia Deus nos dá, por graça, uma nova chance de recomeçar.

Agora mesmo, com o 29º Congresso Nacional da LSLB que se aproxima, temos a oportunidade de nos colocarmos à disposição para exercer cargos na diretoria nacional e suas comissões e, desta forma, seguir transformando e reestruturando esse legado que nos foi deixado há 60 anos, por irmãs na fé em Cristo.

Assim, com olhar para o futuro, sigamos como um perfume que se espalha por todos os lugares, sendo usadas por Deus para que Cristo seja conhecido por todas as pessoas e, com certeza deixaremos um tesouro como legado ao “servir ao Senhor com alegria”.

Abençoado Natal com a presença de nosso Salvador Jesus Cristo e que no ano vindouro possamos continuar a reforma diária em nossos corações e mentes com o auxilio de Deus Pai e do Espírito Santo!

 

Abraços fraternos,

 

 

                              Marli Pooch Wiedmann - presidente

“LSLB - Sessenta anos de fidelidade a Deus”

A Liga de Servas Luteranas do Brasil está em festa! No dia 16 de janeiro de 2017 comemoramos os 60 anos da fundação oficial desta organização auxiliar da IELB; é o nosso “Jubileu de Diamante”! A LSLB é como um diamante, rígido e estável, que foi sendo lapidado no decorrer dos anos de sua história, com o trabalho e dedicação de cada uma de vocês, servas luteranas. 

Impossível pensar nessa história sem relembrar dos exemplos, que a mim foram dados, desde a infância até os dias atuais, por pessoas muito queridas, exemplos esses, que me orientaram, incentivaram e conduziram no trabalho de servir. Posso dizer que elas foram instrumentos de Deus em minha vida e, por isso, hoje faço parte da diretoria que administra os trabalhos de nossa querida liga.

Uma dessas pessoas queridas é a serva Edeltraud Hegele Dauernheimer, e, por isso, pedi a ela um breve relato sobre a sua experiência de trabalho em diversos cargos na diretoria da LSLB, durante mais de um terço da existência dessa organização.

“Queridas irmãs na fé! Dos meus 22 anos de atuação na diretoria nacional da Liga de Servas Luteranas do Brasil, dentre incontáveis bênçãos e alegrias destaco algumas:

·         A primeira experiência marcante foi quando, ainda muito jovem, em 1978, precisei assumir a presidência e liderar a organização do congresso nacional de 1979. Nisso tive o apoio da experiência das demais servas da diretoria e do conselheiro, pastor Gerhard Grasel.

·         Inesquecíveis também foram as comemorações dos 25 anos da LSLB, com o projeto das devoções diárias “Em cada lar um altar” e a realização de cultos especiais em todas as congregações, culminando com um grande culto do Jubileu de Prata, realizado no Seminário Concórdia.

·         Muito me marcou e alegrou a resolução da Liga de apoiar os “centros integrados de missão” da IELB no norte do Brasil, por meio das ofertas de todos os distritos da Liga.

·         Destaco a experiência das “colchas”, que começou com um devocional com pequenos quadradinhos que apresentei num departamento, mas que despertou o interesse da Liga para o grande “desafio das colchas”. Neste desafio, que deu origem ao projeto permanente, servas de todo o Brasil confeccionaram colchas que foram unidas e formaram uma grande colcha no Congresso Nacional de     e depois  foram destinadas para o trabalho social da Igreja.

·         Por último, mas não menos importante, a continuação do trabalho da Liga ministrando oficinas de artesanato e palestras com os estudantes do Seminário Concórdia e suas esposas, visando equipar bem os casais para a missão que assumirão junto às congregações após a formatura e chamado.

 

Finalizo minha mensagem, expressando minha gratidão a Deus que multiplicou a Liga de Servas e incentivando a todas servas luteranas para que sempre sirvamos com alegria ao Senhor.”

 

No livro de Tito 2.3-4 lemos:“Quanto às mulheres idosas, que sejam mestras do bem, a fim de instruírem as jovens...”. Nessa passagem da Escritura o apóstolo Paulo não se refere à idade temporal das mulheres, mas sim à combinação da maturidade espiritual com a experiência de vida que possibilita o treinamento das mais jovens para que a Palavra de Deus seja honrada.

Assim, como mães e filhas, que se relacionam de forma informal e amorosa, as lideranças dessa organização foram sendo treinadas no servir para que houvesse continuidade no trabalho e, agora, estamos perto do jubileu de diamante que poderia ser considerado também como “bodas de diamante” que celebram os 60 anos de fidelidade da LSLB com o “Servir ao Senhor com alegria”.

É nessa fase que, jubilando de alegria, constatamos que os maiores obstáculos já foram superados, que sonhos foram concretizados e uma família foi criada e estruturada e que eu e você, por graça de Deus, somos parte dessa família!

Que Deus conceda muitos e muitos anos de bênçãos a LSLB para que, através de seu trabalho, a salvação em Cristo Jesus seja levada a todos!

 

 

Marli Pooch Wiedmann - Presidente LSLB – Gestão 2016/2018.

Celebrando a vida como herdeiras da Reforma

Você já parou para pensar em quantas festividades teremos neste trimestre? De acordo com o calendário serão doze. Sim, teremos uma dúzia de oportunidades para celebrar datas especiais e fatos históricos que, justamente por serem importantes, recebem destaque.

Começando em abril, com a paixão de Cristo: “Mas ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados” ( Is 53.5); sua ressurreição no domingo de Páscoa: “Ele não está aqui; ressuscitou, como tinha dito.” (Mt 28.6a); Ascensão: “De fato, o Senhor Jesus, depois de lhes ter falado, foi recebido no céu e assentou-se à destra de Deus” (Mc 16.19) e Pentecostes: “Todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem” (At 2.4).

Lembrando também o dia do trabalho, essa dádiva concedida por Deus para nosso sustento; o dia das mães, que são bênçãos sem medida em nossas vidas; o dia do Pastor, nosso fiel guia espiritual; o dia dos namorados, essas pessoas especiais, designadas para nos completarem e, encerrando no dia 24 de junho, com a comemoração dos 113 anos da nossa querida IELB.

Quantas bênçãos! Quantos motivos para celebrarmos a vida como herdeiras da Reforma! Sim, é maravilhoso saber que somente por Cristo somos salvos (Solus Christus). Somente a Escritura revela o Deus de amor (Sola Scriptura), somente por graça o ser humano é justificado diante de Deus (Sola Gratia) e somente pela fé ele recebe o perdão em Cristo (Sola Fide).

Querida serva! Cada novo dia que Deus nos concede é uma oportunidade ímpar de celebrar a vida e, como herdeiras da Reforma, levar a Boa Nova a todos através de nossas ações; que continuemos sempre servindo ao Senhor com alegria e que Ele nos conceda a graça de levarmos o maior número de pessoas à fé, pela divulgação da Palavra, para que juntos possamos louvar e celebrar a vida na eternidade! 

 

Marli Pooch Wiedmann – Presidente da LSLB.

 

Bibliografia: A Bíblia da Mulher – SBB – Barueri – SP – Brasil – 2012

                 Revista do Planejamento IELB 2018- Editora Concórdia – POA – RS 

 


Legado da Graça

Sob a graça de Deus estamos iniciando mais um ano! Um ano repleto de festividades que nos oportunizam cultos especiais de louvor e agradecimentos por tantas bênçãos recebidas. 

Ao iniciarmos um novo ano é comum estabelecermos metas a serem alcançadas por nós, quer seja uma simples mudança de hábitos ou ainda um grande projeto a ser concretizado. Fato é que: a grande maioria esquece ou deixa de lado seu objetivo assim que aparecem as primeiras dificuldades para realizá-lo. Felizmente, Lutero não se deteve diante de obstáculos e não desistiu de levar o Evangelho a toda à criatura e, pela graça de Deus, estamos celebrando os 500 anos da Reforma Luterana.

No dia 16 de janeiro comemoramos os 60 anos da fundação oficial da Liga de Servas Luteranas do Brasil (outrora chamada Liga de Senhoras Luteranas do Brasil), e, quando olhamos para o passado e vemos o quanto já foi feito para que a salvação em Cristo Jesus fosse anunciada, desde os lugares mais distantes até a intimidade de nossos lares, constatamos que, sem dúvida, foi graça de Deus! Sim, somente pela graça, somente pela fé e somente pela escritura, estas pioneiras do trabalho de missão da IELB foram fortalecidas para a concretização de seus projetos e, através desses, nos deixaram um legado de bênçãos.

É certo reconhecer o trabalho das dedicadas servas, no entanto, convém lembrar a reflexão de Lutero* referindo-se à parábola dos trabalhadores na vinha ( Mt 20.16): “Eis, portanto, o resumo desse evangelho: ninguém está tão elevado, nem atingirá um ponto tão alto, que não tivesse que temer de vir a ser o mais baixo. Por outro lado, ninguém está tão baixo ou pode cair tão fundo que não pudesse ter a esperança de vir a ser o primeiro. Aqui fica eliminado todo e qualquer mérito e se glorifica unicamente a bondade de Deus.” 

Neste ano que se inicia, e em todos os dias de nossa vida, continuemos firmes, com tudo o que somos e temos, servindo ao Senhor com alegria, e a Ele seja dada toda a honra e glória agora e para sempre!

Abençoado ano a todos!


Marli Pooch Wiedmann

 

*CF83, 30/01 – Pág.892  - Bíblia Sagrada com reflexões de Lutero – Almeida revista e Atualizada – SBB – Barueri, SP - 2012

Refletindo a Luz de Cristo

As atitudes da mulher cristã diante dos desafios diários que o mundo apresenta, são ampla e silenciosamente observadas e, se não condisserem com os valores e rótulos atribuídos a ela pela sociedade, certamente serão alvo de duras críticas e causarão escândalo.

Quando colocamos em prática os ensinamentos bíblicos, estamos refletindo a luz de Cristo ao mundo, prestando verdadeiro culto a Deus. Mesmo com pequenos gestos, testemunhamos o seu grande amor por nós e, dessa forma, contribuímos para que mais e mais pessoas conheçam a obra Redentora de Cristo Jesus para a nossa salvação, iluminando o caminho que leva a vida eterna.

Sim, através de nossos exemplos, podemos levar bênçãos para firmar na fé ou escandalizar e afastar do caminho da salvação, por isso é importante nos consagrarmos de fato ao serviço do Senhor, buscando seu auxílio em oração e estudo diário da Palavra, pedindo ao Santo Espírito que nos dê forças para o trabalho, entendimento e sabedoria no falar e agir.

Participando ativamente das ações da Igreja em cultos, grupos de estudos, comissões e departamentos, seremos exemplos do servir ao Senhor com alegria e, com certeza, estaremos encorajando muitas pessoas a agirem da mesma forma.

Lembremos sempre das palavras de Jesus em Mateus 5.16: “Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos Céus”.

Que Cristo, a Luz do mundo, brilhe intensamente em todos os dias de vossas vidas. Feliz e abençoado Natal!

 

Marli Pooch Wiedmann.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A comunicação em família

Falar em comunicação nos dias de hoje, quando as informações chegam até nós de forma torrencial, com uma rapidez incrível e em números e diversidade impressionantes, dá a impressão de “chover no molhado”; no entanto, segundo estudos recentes, é justamente essa facilidade de intercomunicação global aliada à busca incessante por resultados imediatos, que está afastando as pessoas, de um modo geral, e  limitando cada vez mais os momentos de convivência familiar.

Pense bem, não é isso que está ocorrendo também com você? Com sua família? Consideremos que o tempo escasso para cumprir com os diversos compromissos assumidos e a dificuldade em reunir toda a família sejam os principais culpados dessa falta de comunicação; o que fazer para mudar tal situação? Como conciliar trabalho, estudos, vida social e familiar?

Com certeza não é fácil, todavia, se para a questão da falta de tempo, levarmos em conta que a “qualidade” é mais importante que a “quantidade”, e, quanto à dificuldade de reunir os membros da família, tivermos em mente as palavras bíblicas: “Porque, onde dois ou três estão juntos em meu nome, eu estou ali com eles” (Mt 18.20), agindo sabiamente,  desfrutaremos bons momentos de convívio familiar e cristão.

O Departamento de Educação Cristã de nossa querida IELB, lançou o projeto “Josué” para assessorar as famílias no crescimento para uma “Vida de Culto e Serviço” e está oferecendo rico material para realização de cultos domésticos mensais, estudos bíblicos periódicos, e orientações gerais para a vida cristã nos lares e fora deles. Essa é mais uma ferramenta para o nosso trabalho de missão, missão que começa em nossos lares.

Imaginem que maravilha, em meio ao corre-corre diário, poder desfrutar de momentos para dialogar e interagir com nossos queridos pais, avós, filhos, netos... É impossível? Creio que não. É difícil? Com certeza, mas acho que vale a pena tentar. Eu vou tentar, e você?

 

Marli Pooch Wiedmann 

A Palavra permanece

Bastava um rápido olhar de quem passava na frente do Centro de Eventos do Hotel Majestic, para perceber que ali estavam reunidas pessoas de um grupo diferente, distinto. Alegria, conversas cruzadas, reencontros, risos, manifestações de carinho, euforia contagiante, uma ansiedade disfarçada e a expectativa do que estava por vir...   Assim, dia após dia, se manteve o ambiente durante a realização do 28º Congresso de Servas da LSLB em Águas de Lindóia e, com certeza, esses momentos de felicidade e convivência cristã ficarão guardados em nossa memória.

No decorrer do congresso, através de devoções e palestras,  fomos fortalecidas na fé em Cristo Jesus, e, essa fé, nos mantêm vivas e dispostas a trabalhar sempre mais, servindo ao Senhor com alegria. Como membros de uma organização auxiliar da nossa querida IELB, a nova diretoria eleita terá muito trabalho pela frente, mas com a ajuda de cada uma das servas e a certeza de que Deus nos guiará,  seguiremos tranquilas.

Nossa missão maior é, e sempre será, levar a Palavra para todos. A Palavra anunciada,  a Palavra que consola,  a Palavra que fortalece e que permanece para sempre. “Alguém diz: “Anuncie a mensagem!” “O que devo anunciar?” - eu pergunto. Anuncie que todos os seres humanos são como a erva do campo e toda a força deles é como uma flor do mato. A erva seca, e as flores caem quando o sopro do Senhor passa por elas. De fato, o povo é como a erva. A erva seca, a flor cai, mas a palavra do nosso Deus dura para sempre.” (Is 40.7-8).

Queridas servas, o congresso  nacional já passou mas, a Palavra anunciada permanecerá para sempre! Ao iniciar esta jornada como presidente da nossa querida LSLB,  agradeço a Deus as bênçãos recebidas e a confiança em mim depositada,  e peço a cada uma de vocês, servas consagradas, que continuem firmes na Palavra e orem pela diretoria para que continuemos sempre assim, como um grupo diferente, distinto e servindo ao Senhor com alegria.

 

Um forte abraço,

Marli Pooch Wiedmann

VIVAS PELA FÉ EM CRISTO


VIVAS PELA FÉ EM CRISTO


As pessoas expressam as mais diferentes razões para viver. O tema central do nosso 28º Congresso Nacional, “Vivos pela fé em Cristo”, nos chama a uma reflexão importante sobre a nossa vida, e sobre os motivos do nosso viver como cristãos.


Sabemos que um Congresso sempre nos deixa marcas, por tudo que vivenciamos nele: palestras, estudos, devoções, o congraçamento fraterno e, principalmente, o fortalecimento de nossa fé. O objetivo maior é que, após o congresso, cada congressista continue vivendo pela fé em Cristo, estando prontos para servir no lugar onde Deus o coloca. Pois como se diz: quem não vive para servir, não serve para viver.


Que o congresso motive e entusiasme a todas, para continuarem servindo como servas. Pois viver pela fé é servir. Não um servir vazio e isolado, mas um servir com alegria, pois sabemos e cremos que fomos servidas primeiro. Assim, viver pela fé é viver cheio de gratidão.


Quero refletir que estamos iniciando um novo ano; um ano que certamente trará suas dificuldades e seus problemas; mas que trará, também, alegrias e realizações, pois quem vive pela fé em Cristo tem sempre a perspectiva de alegrar-se no trabalho da seara do Senhor. É assim que precisamos agir: olhando para a frente, para os desafios da igreja e da LSLB, com disposição e sem medo, porque estamos sempre bem acompanhados por Jesus, e guiados pelo Espírito Santo.


Então, minhas queridas amigas e irmãs, neste momento em que estou encerrando um ciclo de minha vida, quero deixar uma palavra de incentivo a todas aquelas que nestes oito anos me apoiaram, incentivaram e acompanharam. Desejo que continuem “o seu bom combate” e sejam sempre agradecidas pela bondade e misericórdia de nosso Deus e estejam sempre dispostas a aprender e praticar o “Viver pela fé em Cristo”. 


Quanto a mim, só tenho palavras de gratidão: “Obrigada meu Deus, meus familiares e querida família da LSLB”. 

 

Continuemos unidos e vivos na fé e pela fé em Cristo.


Com carinho,

Juliana R. Blauth Lindenmeyer

Presidente da LSLB 2008-2015


Capacitando

Para o próximo ano, a temática da Igreja terá como foco "Capacitando" e, baseado nisso, a ênfase que a LSLB pretende dar em suas ações é o trabalho com os jovens.

É muito comum ouvirmos a frase "Jovem, o futuro da Igreja", mas não podemos concordar totalmente com essa afirmação, pois os jovens hoje são parte importante do presente da Igreja. O jovem faz parte de um grupo que mais facilmente se adapta às mudanças que ocorrem no mundo a uma velocidade espantosa; e, numa Igreja que precisa adaptar-se às mudanças da sociedade para continuar cumprindo sua missão de levar "Cristo para Todos", atuação dos jovens é fundamental.

Precisamos entender que eles têm algo importante a nos transmitir com sua alegria que contagia, com a facilidade que têm para lidar com coisas novas, especialmente nas áreas de tecnologia e comunicações. Eles têm formas especiais de falar de Cristo, através da música, do teatro, de seus encontros, de suas camisetas; falam por e-mail, pelo Facebook, pelo Twitter; demonstram seu amor a Cristo em suas ações e em suas atitudes.

Para aproveitar todo o potencial de nossa juventude, precisamos nos relacionar com ela. O mundo em que vivem (trabalho, escola, universidade, etc.) é muitas vezes um mundo onde Deus não é muito considerado, onde Cristo não é essencial. Precisamos mostrar que a Igreja é um bom lugar para eles, que eles têm um ótimo espaço nela e que os vínculos criados desde sua infância (na Escola Dominical, por exemplo) podem ser fortalecidos e melhorados. É fundamental que nós, pais e irmãos na fé, sejamos bons exemplos - não devemos apenas tentar mostrar-lhes o caminho, e sim trilhar o caminho junto com eles.

Dentro de nosso trabalho de servas, precisamos continuar o trabalho que sempre fizemos em casa como mães (as mães são, no início da vida de seus filhos, a referência, o socorro, a solução dos seus problemas). Como servas, na igreja, muitas vezes temos que ser mães de nossos jovens, ajudando-os, apoiando-os em suas promoções, acolhendo-os e, principalmente, compreendendo-os, incentivando-os e amando-os. Muitas vezes, temos que suportar seu barulho, sua desorganização, suas mudanças de projetos e de ações, pois essa é sua natureza.

Sendo amados e respeitados, continuarão conosco e com Jesus, o que é o mais importante. Então, pouco a pouco, assumirão postos de liderança na Igreja e na sociedade e, certamente, ajudarão na expansão do Reino de Deus entre nós e todo o mundo.

 


COMPARTILHE:



Copyright © 2017. Todos os direitos reservados a LSLB
Desenvolvido por WobaDesign

Área de acesso  restrita!