NOTÍCIAS LSLB

Mundos Diferentes

É surpreendente como existem diferentes mundos dentro desse nosso mundão! Existem aqueles que estão a se condoer pelo valor que estão pagando ao Imposto de Renda, mas há um mundo bem maior de pessoas que estão condoídas por receberem tão pouco que não precisam pagar nada.

Há os que usam um feriado, como o dia primeiro de maio, para descansar, e outros que por necessidade, não conseguem fugir a redundância de trabalhar mesmo no Dia do Trabalho.

Para alguns o mundo é sempre colorido, alegre e motivante, ainda que se ganhe pouco e enfrente muitas dificuldades. Para outros, mesmo tendo cama confortável, mesa bem servida e banho diário e quentinho, não são felizes, mas vivem num mundo de contínuo descontentamento.

Espiritualmente também há mundos diferentes! Jesus nos convida a “nascermos de novo” mesmo sem retornar para a vida intrauterina, como ensinou a Nicodemos (Jo 3). Quando a gente muda, tudo muda! Pela conversão, nascemos para um “outro mundo”.

Conectados com Jesus, o mundo ganha novas cores, novos paradigmas e novos horizontes. Assim como a vida intrauterina é limitada, apertada e sem luz, em comparação com o mundão que espera o bebê; assim a vida natural é escura e sombria comparada com esta Nova Vida. “Quem está unido com Cristo é uma nova pessoa; acabou-se o que era velho, e já chegou o que é novo. (2 Co 5.17).”

Essa novidade de vida já começa aqui! Na Paz que sentimos e temos a partir do perdão de Jesus. Porém, absolutamente um novo mundo é aquele que ele promete e chama de Novo Céu e Nova Terra – conforme Apocalipse 21. No versículo 4, lemos: “Ele enxugará dos olhos deles todas as lágrimas. Não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor. As coisas velhas já passaram.”

Esse “novo mundo” é tão diferente e pertencente a uma dimensão tão incomparável que não temos registro de como ele seja. Tanto que para explicar, a Escritura apenas diz o que “não” vai existir. Ela diz: Não haverá mais morte, nem dor, nem choro. Mas, o que existirá em efetivo, ela não diz, até porque assim como um bebezinho no útero da mãe não entenderia a natureza das imensas florestas e mares desse nosso mundão, assim não podemos compreender esse Novo Céu e Nova Terra.

Talvez um jeito conveniente de explicar a natureza desse Novo Mundo, pelo menos para alguns, seria de que no Novo Céu e na Nova Terra ninguém pagará impostos, pois está escrito em Ap 21.6b: “A quem tem sede darei água para beber, ´de graça´, da fonte da água da vida.”

 

Pastor Ismar Pinz
Ismarpinz@yahoo.com.br
Comunidade Luterana Cristo Redentor
Três Vendas, Pelotas, RS
01/05/2013


COMPARTILHE:



Copyright © 2017. Todos os direitos reservados a LSLB
Desenvolvido por WobaDesign

Área de acesso  restrita!